Manifesto

 

1 – O Movimento de Acção Libertária, seguidamente designado por MAL, nasceu da necessidade de um grupo de homens e mulheres de vários quadrantes étnicos, sociais e etários exprimirem a sua indignação e desagrado com o rumo político e social que o país tem vindo a seguir e, designadamente, com a profunda injustiça e desigualdade que afecta a grande maioria dos cidadãos portugueses e do mundo.

 2 – O MAL tem por objectivo promover, incentivar, colaborar e efectivar a luta pela liberdade, igualdade e solidariedade total e incondicional dos povos.

3 – O MAL rejeita qualquer tipo de religião, seita, lobby, assim como organizações políticas, sociais e religiosas onde imperem a hierarquia, o culto da personalidade e chefia, ou outra qualquer forma ditatorial e forçadamente imposta de exercer a autoridade e o poder, bem como qualquer organização que ponha em causa a plena liberdade dos cidadãos.

4 – O MAL tem por fundamento principal a luta efectiva contra a injustiça, a prepotência, o capitalismo, o fascismo, o racismo, a xenofobia, a pedofilia, a escravatura, o neoliberalismo, o imperialismo,  qualquer tipo de ditadura e os crimes ambientais, assim como contra qualquer outra forma ou acto em que o cidadão seja usado e prejudicado na sua dignidade e cidadania.

5 – O MAL defende as organizações populares de base, o relacionamento horizontal sem pirâmides estratificadas, a auto-gestão, a democracia directa, o mutualismo e cooperativismo como formas de tornar a sociedade mais justa e solidária, económica, social e culturalmente.

6 – O MAL defende e apoia toda e qualquer luta pela preservação da natureza, dos recursos naturais e da biodiversidade. Para o MAL o planeta pertence a todos os seres e não é exclusivo do Homem.

7 – O MAL rejeita toda e qualquer forma de violência física, não deixando no entanto de apelar à não-colaboração, à desobediência ou ao boicote, quando caso disso, nomeadamente quando forem postas em causa a dignidade e a liberdade dos cidadãos, bem como o equilíbrio e a preservação do meio ambiente que nos rodeia.

Viva a Liberdade!

11 de Julho de 2009



Causas e Lutas

GREVE ALFEITE
O Movimento de Acção Libertária, solidariza-se com a luta dos trabalhadores do Arsenal do Alfeite.

Contacto/adesão/informações

Categorias

Arquivos

FEL

Eleições 2009: NÃO VOTAR!


%d bloggers like this: